11A partir de 1 de julho os preços descem mais de 50% em comparação com o verão passado.

É uma grande oferta de verão da Comissão Europeia! A partir de 1 de julho de 2014, as tarifas máximas do telecarregamento de dados na UE baixam mais de 50 %: de 45 para 20 cêntimos por megabyte. Para quem viaje na UE, ficará ainda mais barato utilizar mapas, visionar vídeos, consultar o correio eletrónico ou atualizar conteúdos nas redes sociais.

Contextualizando: os fãs de futebol que viajem na UE enquanto decorre o Campeonato do Mundo pagarão 25 vezes menos pelo roaming de dados do que teriam pago durante o Mundial de 2010!

Desde que a UE introduziu limites para as tarifas máximas do roaming de dados, a utilização dos serviços de dados disparou.

As chamadas telefónicas e as mensagens de texto vão também ficar mais baratas. São boas notícias para quem viaja na Europa e poderá, assim, ficar sempre em contacto com a família e os amigos.

Tipo de atividade móvel

Tarifa máxima
em 2013
(sem IVA)

Tarifa máxima
em 2014
(sem IVA)

Descida

Fazer uma chamada

24 cêntimos
por minuto

19 cêntimos
por minuto

21 %

Receber uma chamada

7 cêntimos
por minuto

5 cêntimos
por minuto

28,5 %

Enviar uma mensagem de texto

8 cêntimos

6 cêntimos

25 %

Telecarregar dados/ navegar

45 cêntimos
por MB

20 cêntimos
por MB

55,5 %

 

 

 

 

 

Melhor ainda, a partir de 1 de julho de 2014, os operadores móveis da Europa poderão propor aos viajantes um pacote especial de roaming e facultar-lhes a opção de escolherem, se o houver, um fornecedor local de serviços de dados, por exemplo correio eletrónico, leitura da imprensa em linha, telecarregamento de fotografias e visionamento de vídeos em linha, no país que vão visitar. Os viajantes poderão assim comparar as ofertas de roaming e optar pelas propostas e preços mais interessantes!

Mas a história não acaba aqui: a UE está a estudar a adoção de novas regras no intuito de acabar com os encargos de roaming. O Regulamento«Continente Conectado», proposto pela Comissão, preconiza a eliminação destes encargos, uma Internet garantidamente aberta e neutra e uma melhor proteção dos direitos dos utilizadores dos serviços móveis e de banda larga.

«Esta enorme descida das tarifas do roaming de dados fará grande diferença para todos nós este verão», comentou Neelie Kroes (@NeelieKroesEU), Vice-Presidente da Comissão e responsável pela Agenda Digital. «Mas não chega. Qual o sentido de pagar pelo roaming num mercado único? Espero que, até final do ano, seja possível chegar a acordo quanto à eliminação total destes encargos – o Parlamento já fez o que lhe competia, cabe agora aos Estados-Membros a última palavra!»

Para mais informações:
https://ec.europa.eu/digital-agenda/en/roaming

Share