UnknownO novo instrumento europeu “InnovFin Doenças Infecciosas”, criado no passado mês de Junho, vai conceder um empréstimo de 10 milhões de euros para o desenvolvimento de um dispositivo de baixo custo de teste ao HIV, o que deverá  ser uma grande ajuda na luta contra o HIV/SIDA.

O empréstimo concedido à empresa sueca Cavidi AB pelo Banco Europeu de Investimento é concedido ao abrigo do Horizonte 2020, o programa de investigação e inovação da União Europeia (UE) da responsabilidade do Comissário Europeu Carlos Moedas, sendo este empréstimo o primeiro desde o lançamento do subprograma “InnovFin Doenças Infecciosas”. O “InnovFin Doenças Infecciosas” financia projetos de alto risco na área de doenças infecciosas para sua comercialização futura.

A Cavidi AB, uma empresa de biotecnologia sueca, desenvolveu um dispositivo de teste de HIV de baixo custo que funciona em laboratórios menos sofisticados. O empréstimo permitirá agora que esta empresa desenvolva uma versão automatizada do dispositivo e lançá-la em janeiro de 2016.

Carlos Moedas, Comissário da UE para a Investigação, Inovação e Ciência, disse: “Este primeiro empréstimo sob “InnovFin Doenças Infecciosas” não só irá ajudar ao desenvolvimento de um dispositivo inovador, de baixo custo, para monitorizar o tratamento do HIV em benefício dos pacientes, mas também apoiar o crescimento de um negócio inovador. Este é um dos muitos exemplos de como o Horizonte 2020, o programa de financiamento da UE para investigação e inovação, aborda os principais desafios da sociedade, estimulando ao mesmo tempo a competitividade e o crescimento da Europa “.

O dispositivo, que foi testado ao abrigo do projeto HIVIND – projeto também financiado pela UE -, permite uma deteção regular da carga viral em pacientes com HIV, mesmo em países de menor rendimento. A deteção correta de resistência aos medicamentos em pacientes com HIV pode ajudar a controlar a pandemia de HIV/ SIDA uma vez que a manutenção de uma carga viral baixa reduz as chances de transmissão do vírus.

Para mais informações:
http://ec.europa.eu/research/index.cfm?pg=newsalert&year=2015&na=na-130715

 

Share