- CIED Bragança - http://ciedbraganca.ipb.pt/wp -

Novas Cátedras do Espaço Europeu da Investigação (Cátedras EEI)

cientista_ptA Comissão Europeia anunciou a atribuição de 13 novas Cátedras do Espaço Europeu da Investigação (Cátedras EEI), 4 das quais em Portugal, no valor máximo de 2,5 milhões de euros cada.

Os beneficiários são universidades, institutos técnicos e organizações privadas da União Europeia com uma participação abaixo da média europeia em anteriores programas-quadros de investigação para reforçar essa mesma capacidade.

O financiamento, proveniente do Programa Horizonte 2020 de apoio à investigação e à inovação, vai permitir que estas instituições atraiam os melhores elementos do meio académico e possam ter melhores condições para concorrer com centros de excelência noutras partes do Espaço Europeu da Investigação. O objetivo é colmatar o desnível no domínio da inovação na Europa para que ninguém com potencial seja deixado de parte.

Os projetos portugueses selecionados são 3 no domínio das Ciências da Vida e da Medicina e um do Ambiente:

Universidade do Minho (FoReCaSt – Modelos Oncológicos 3D in vitro)
    Instituto de Ciências e Tecnologia (EnvMetaGen – Metagenómica Ambiental)
    Universidade de Coimbra (ERA@UC – Investigação no domínio do Envelhecimento)
    Instituto de Medicina Molecular (EXCELLtoINNOV – Investigação Biomédica Translacional em Imunidade e Infeção)

O Comissário Europeu responsável pela Investigação, Ciência e Inovação, Carlos Moedas, afirmou: «Para tornarmos a investigação europeia a melhor do mundo, temos de desbloquear o seu potencial por toda a Europa. Com as novas Cátedras do Espaço Europeu da Investigação, estamos a ajudar regiões prometedoras a atrair os melhores talentos em matéria de investigação e a reforçar a respetiva posição como centros de excelência neste domínio».

Já antes tinham sido financiadas 11 Cátedras EEI por um programa-piloto à apresentação de propostas, no âmbito do 7.º Programa-Quadro de Investigação (IP/14/125). Os treze novos projetos vão ter lugar na Estónia, Chipre, Croácia, Polónia, Portugal e Roménia.

Uma vez selecionadas, as Cátedras EEI e as respetivas equipas irão proceder à investigação num vasto espetro de domínios científicos como a energia solar térmica, química supramolecular, genómica clínica ou inovação educacional.

Para mais informações:

http://ec.europa.eu/portugal/comissao/destaques/20150213_novas_catedras_espaco_europeu_investigacao_pt.htm

 

Share