menino1A Comissão Europeia pronunciou-se hoje sobre os esforços a desenvolver à escala mundial para erradicar a pobreza e estimular o desenvolvimento sustentável.  A Comunicação intitulada «Uma parceria global para erradicar a pobreza e assegurar o desenvolvimento sustentável pós-2015» foi elaborada em conjunto por Federica Mogherini, Alta Representante e Vice-Presidente da Comissão, por Neven Mimica, Comissário da Cooperação Internacional e Desenvolvimento e por Karmenu Vella, Comissário do Ambiente, Assuntos Marítimos e Pescas. A Comunicação foi acordada com Frans Timmermans, Primeiro Vice‑Presidente da Comissão, a quem incumbe a responsabilidade horizontal pelo desenvolvimento sustentável. Para além de formular propostas quanto à forma como a comunidade internacional deve organizar-se para alcançar os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, indica também a forma como a UE e os seus Estados-Membros podem contribuir para os esforços internacionais a desenvolver neste contexto.

2015 é um ano charneira para o desenvolvimento sustentável à escala mundial. Com a adoção do programa de desenvolvimento pós-2015, que irá suceder aos Objetivos de Desenvolvimento do Milénio, a comunidade internacional responderá aos desafios enfrentados pelo mundo de hoje, que consistem em erradicar a pobreza, alcançar um desenvolvimento inclusivo e sustentável para as gerações atuais e futuras e garantir a promoção e a proteção de todos os direitos humanos e valores fundamentais que se encontram na base de sociedades pacíficas e prósperas.

Segundo o presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker: «2015 será um ano determinante para a comunidade internacional. Erradicar a pobreza e colocar o mundo na trajetória do desenvolvimento sustentável constituem não só desafios comuns, como se revelam também no interesse comum.  A UE continuará a cooperar de forma construtiva com os seus parceiros durante as próximas negociações e manifesta a sua determinação em desempenhar plenamente o seu papel na realização deste programa.»

Para mais informações:

http://europa.eu/rapid/press-release_IP-15-4141_pt.pdf

Share