Ensino Superior EuropeuA Comissão Europeia, no seu Relatório sobre o progresso da garantia da qualidade no ensino superior, regista desenvolvimentos significativos no sentido de uma maior transparência e credibilidade nos últimos anos. Não só foram realizados progressos na forma como as universidades e as outras instituições tratam internamente estas questões, mas também relativamente à avaliação externa das instituições e programas.
Foram criadas muitas agências de garantia da qualidade a nível nacional, havendo um maior conhecimento das normas e orientações europeias sobre garantia de qualidade.

“A garantia da qualidade do ensino superior encontra-se no centro dos esforços envidados para construir um Espaço Europeu do Ensino Superior (EEES) coerente, compatível e atractivo, de acordo com os objectivos do processo pan-europeu de Bolonha. Ao longo da última década, o interesse pela garantia da qualidade do ensino superior tem sido cada vez maior, tanto na Europa como a nível mundial. Com a globalização, a integração económica e uma crescente mobilidade académica e profissional, verifica-se uma necessidade cada vez maior de reconhecer as qualificações fora do país onde são atribuídas. O acesso «sem fronteiras» ao ensino superior tem conferido cada vez mais importância à garantia da qualidade de carácter transnacional. Com a emergência das chamadas «fábricas de diplomas» (universidades fictícias que vendem falsos diplomas académicos na Internet), torna-se vital distinguir o ensino legítimo obtido no estrangeiro de outras pretensas qualificações. A garantia da qualidade ajuda a tornar o ensino superior transparente e fiável para os cidadãos e empregadores europeus, bem como para os estudantes e académicos provenientes de outros continentes.
No âmbito da Estratégia de Lisboa, a Comissão Europeia apelou à modernização dos curricula, bem como a um financiamento e a uma governação mais eficazes do ensino superior. Reconheceu a importância das reformas de Bolonha, incluindo em matéria de garantia da qualidade” In Relatório sobre o progresso da garantia da qualidade no ensino superior  – COM (2009)487 final.

Desenvolvimento em:

Share