erc_logo_ptO Conselho Europeu de Investigação (CEI) anunciou os nomes dos 302 vencedores do concurso de bolsas de consolidação de 2015, onde constam 8 nomes portugueses. Estes cientistas de excelência, a meio da sua carreira, foram contemplados com um total de 585 milhões de euros, no âmbito do programa de investigação e inovação da UE, o Horizonte 2020.Com bolsas individuais até 2 milhões de euros, os cientistas subvencionados serão capazes de consolidar as suas equipas de investigação e desenvolver as suas ideias inovadoras.

Carlos Moedas, Comissário europeu responsável pela Investigação, Ciência e Inovação, afirmou: «Ao abrigo do programa Horizonte 2020, o CEI financia o trabalho de algumas das mentes mais brilhantes em termos de investigação de fronteira; pessoas cujas invenções podem dar origem a novas indústrias e novos mercados e que contribuem para o bem-estar do planeta».

Deste grupo de cientistas constam 8 nomes de portugueses contemplados pela bolsa de consolidação do CEI, num montante total que ronda os 16 milhões de euros. Nuno Maulide (projeto VINCAT), Jorge Fernandes (EPIFISH), Mónica Bettencourt-Dias (CentrioleBirthDeath), Helder Maiato (CODECHECK), Gonçalo Castelo-Branco (EPIScOPE), Pedro Carneiro (SKILLPOV), Marina Costa Lobo (MAPLE) e Ricardo Reis (INFL) são os beneficiários portugueses que terão agora a possibilidade de desenvolver as suas inovações.

Os projetos que concretizam as ideias inovadoras destes investigadores abrangem domínios como a saúde, genética, física, biologia celular, mas também as novas perspetivas sobre a inflação e a influência da crise da zona euro na politização da Europa, entre outros.

As bolsas do CEI destinam-se a investigadores de topo de qualquer nacionalidade baseados na Europa ou que aqui se pretendam instalar. Este ano, os beneficiários incluem investigadores de 34 nacionalidades diferentes.

O maior número de subvenções foi atribuído a cientistas da Alemanha (48), do Reino Unido (32), de França (30) e da Itália. Todos os beneficiários conduzirão os seus trabalhos de investigação em instituições de acolhimento sediadas na UE ou em países associados.

Para mais informações:
https://erc.europa.eu

 

Share