A economia europeia está atualmente a iniciar o quarto ano da sua retoma e o crescimento prossegue a um ritmo moderado, impulsionado sobretudo pelo consumo. Paralelamente, grande parte da economia mundial enfrenta importantes desafios e os riscos para o crescimento europeu são, portanto, cada vez maiores.

As previsões de inverno dos serviços da Comissão revelam que as perspetivas de crescimento mundial pouco alteraram desde o outono, mas aumentou o risco do crescimento ser inferior às projeções, principalmente em consequência de fatores externos. Na área do euro, prevê-se um aumento do crescimento, que deverá passar dos 1,6 % registados no ano passado para 1,7 % este ano, aumentando de novo para 1,9 % em 2017. Projeta-se que o crescimento económico da UE se mantenha estável em torno de 1,9 % este ano, aumentando para 2,0 % no próximo ano.

Alguns fatores favoráveis ao crescimento deverão atualmente ser mais sólidos e duradouros do que o indicado pelas projeções anteriores. Entre estes, figuram os baixos preços do petróleo, as condições de financiamento favoráveis e a reduzida taxa de câmbio do euro. Simultaneamente, têm vindo a acentuar-se os riscos para a economia e surgiram novos desafios: abrandamento do crescimento na China e noutras economias de mercado emergentes, fraco dinamismo do comércio mundial e clima de incerteza a nível político e geopolítico.

Dados referentes a Portugal

previsoes_economicas_inverno_portugal_2016_pt

 

 

 

 

 

 

Para mais informações:
http://ec.europa.eu/economy_finance/publications/eeip/pdf/ip020_en.pdf

Share